27 de set de 2007

Sumaya Prado

Quando percebo
brotando dos poros
asas,
sinto você.

Nenhum comentário: