22 de mar de 2010


Quando de mim expurgavam estrelas
e nasciam asas
conhecia a sensação proibida
o mistério da alma
que se perdeu na eternidade
de um sonho bom.

Nenhum comentário: