29 de ago de 2008

Muito Além do Cidadão Kane


Documentário de Simon Hartog, produzido em 1993 pelo Channel 4 para a BBC. O documentário discute o poder da Rede Globo e teve sua exibição proibida no Brasil.

Vale a pena assistir. O documentário é bastante esclarecedor e reflete o poder de dominação que a Rede Globo conquistou no cenário nacional, mostrando toda a política que está "por trás dos panos".

O documentário pode ser visto no site:

http://video.google.com/videoplay?docid=-570340003958234038&q=rede+globo

Charles Chaplin - The Bond (1918)



Com seu jeito cativante, Chaplin conseguiu reunir a história do homem, seus medos, seus anseios, seus objetivos e defeitos de forma cômica, muitas vezes beirando a ironia, cativando tanta gente até mesmo nos dias atuais. Com um senso crítico extremamente apurado e uma visão à frente de seu tempo, ele pôde fazer o (quase) impossível: transformar em sorriso e esperança os males do homem.
Nesse curta, "The Bond", Chaplin realiza uma verdadeira análise do comportamento humano em sociedade, dando ênfase aos laços que aproximam os homens. Por fim, ganham destaque os laços de Liberdade, pelos quais ele luta de forma segura e decidida, dando um basta à opressão e à dominação. No mínimo, genial.

Clique aqui para ver o curta.

Chico Xavier


"Religião, para todos os homens, deveria compreender-se como sentimento divino que clarifica o caminho das almas e que cada espírito aprenderá na pauta do seu nível evolutivo. Porém, na inquietação que lhes caracteriza a existência na Terra, os homens se dividiram em numerosas religiões, como se a fé também pudesse ter fronteiras."

28 de ago de 2008

...

An Inconvenient Truth


Clique na imagem para ver.

Se você quer a paz, prepare-se para a guerra.

Drummond...


Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.

Um pouco da ironia de Veríssimo





Tudo o que está acontecendo estava previsto e seguiu uma lógica implacável. A radical mudança na política econômica do país após a posse do Lula, com a ortodoxia monetarista do governo Fernando Henrique dando lugar a uma política desenvolvimentista que prioriza o social, provocou uma forte reação do capital internacional e este, aliado aos banqueiros e à classe rentista nacionais que viram seus privilégios desaparecerem, a uma casta industrial acuada pela nova força do operariado com um ex-torneiro mecânico na Presidência, a uma aristocracia rural apavorada com uma reforma agrária agora para valer e a uma elite senhorial inconformada com os erros gramaticais do poder, dedicou-se a desestabilizar o governo, supervalorizando denúncias de corrupção e desencadeando uma campanha contra Lula inédita na sua virulência e... Espera um pouquinho. Acho que estou lendo a projeção errada. [...]



A todos que acreditaram.

26 de ago de 2008

Ouvir estrelas - Olavo Bilac


"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...

E conversamos toda noite, enquanto
A Via Láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizes, quando não estão contigo?"

E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas".